728x90 AdSpace


  • : : : Útimas : : :

    sexta-feira, 16 de março de 2018

    Prefeitura Municipal de Santa Inês descumpre Lei e mantém cobrança indevida na taxa de iluminação pública




    Poucas pessoas sabem que em dezembro de 2016, a câmara municipal de Santa Inês, aprovou a Lei N°169 de 19 de dezembro de 2016. Promulgada pelo até então Presidente da Câmara, Orlando Mendes. A lei em questão trata da redução de 40% sobre o exorbitante valor já cobrado na taxa de iluminação pública.

    Pra quem não lembra o aumento executado na gestão Ribamar Alves, se baseava nas promessas de melhorias na iluminação pública do município, que toda a cidade ou pelo menos a princípio a zona urbana a começar pelo Centro, receberia iluminação LED, um dos argumentos usados era que o baixo consumo das lâmpadas LED’s, traria economia energética e com isso o povo não sentiria tanto no bolso, além de embelezar a cidade.

    O descontentamento do povo quanto o aumento na taxa de iluminação pública era aparente, nas feiras, nos bares, nas redes sociais. Somente as igrejas ou pelo menos a maioria através dos seus representantes mantinham discursos a favor, nutridas da possibilidade de isenção da taxa de iluminação pública.

    No período eleitoral o ASSUNTO virou plataforma de campanha para os adversários da gestão Ribamar Alves, a hoje prefeita Vianey Bringel, foi uma das maiores beneficiadas em sua campanha, principalmente pelo acaloramento político que a cidade vivia.

    Recentemente o assunto veio novamente à público através do amigo Neto Hadad, que protocolou um requerimento de informação na prefeitura deste município, Neto Hadad, em uma entrevista à TV Local, junto ao apresentador Luiz Carlos Lobo, reviveu o assunto no qual todos tinham entalados no peito ou melhor dizendo, nos bolsos.

    Corre também nas redes sociais, a informação de que se essa lei municipal obedeceu a todos os trâmites legais e mesmo assim não foi aplicada a redução prevista na norma no exercício seguinte, em tese, cabe aos contribuintes lesados acionar a Fazenda Pública Municipal de Santa Inês.

    Dessa forma, haja dinheiro para pagar o constrangimento feito ao povo de Santa Inês!!!




    A incompetência do departamento de iluminação pública do município, acabou repercutindo no Bom dia Maranhão, um dos jornais líderes de audiência no estado, com isso veio mais um forte abalo na imagem da gestão Vianey Bringel, que já não é mais a mesma, que agradava a gregos e troianos.

    Na tentativa de encontrar uma forma de contato com o departamento de iluminação pública deste município, para compartilhar  o respectivo contato com os leitores deste site, constatei que no site oficial do município até a data de hoje 16/03/2018, não existe a possibilidade de entrar em contato com o referido departamento. Assim se alguém quiser solicitar serviços, fazer qualquer sugestão, reclamação ou elogio, vai ter que tirar um dia para tentar localizar o responsável pela referida pasta na prefeitura.





    • Comentários Blogger
    • Comentários Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Prefeitura Municipal de Santa Inês descumpre Lei e mantém cobrança indevida na taxa de iluminação pública Rating: 5 Reviewed By: Robert Paixão
    Scroll to Top